Quer criar site profissional em 24h? Fazer site a partir de templates prontos, em HTML e CSS, com um web design gráfico elegante e atraente é com o Be on the Net. Já vem com hospedagem gratis, embora não se trate de um site gratis. Também não é um site em Flash. É melhor! Montar site com otimização embutida nunca foi tão fácil. Mesmo no caso de desenvolvimento de um novo template HTML. Tenha uma ótima divulgação na internet fazendo seu website conosco! Desenvolver site com um design lindão nunca foi tão fácil.


Blog Be on the Net

Site profissional: por que é tão importante ter um?

Site profissional: por que é tão importante ter um?

Foto de James Cridland (CC).

Assim que confirmou a data das férias, Amanda começou a buscar as passagens aéreas na internet. Em seguida, procurou hotéis, leu comentários e escolheu o mais promissor. Para isso, consultou também um mapa na internet para ver quais ficavam mais perto da praia. Como tinha dúvidas sobre o transporte do aeroporto até o hotel, pesquisou um pouco mais na internet e descobriu que podia pegar um ônibus baratinho até um local próximo do hotel. Por fim, colocou todas as informações em uma planilha, também na internet, e compartilhou com o maridão, Jorge. 

Amanda, casada com Jorge há apenas um ano, é dessas que usa a internet para tudo. Até o próprio casamento foi praticamente todo organizado pela internet, a começar pela pesquisa dos fornecedores.

Para escolher a igreja e um local para a festa, pediu ajuda das amigas e de outras noivas. Foi no Facebook e em alguns fóruns de noivas, escreveu um pouco sobre como gostaria que seu casamento fosse, e pediu recomendações. Minutos depois já tinha uma lista de locais.

Pegou o nome de cada um e fez uma busca por fotos, para que pudesse ter uma ideia dos mais promissores para seu casamento. Selecionou alguns e entrou em contato.

Esse mesmo processo, de pedir ajuda às amigas, ou simplesmente fazer buscas no Google, foi usado para tudo. O único inconveniente era quando o fornecedor não tinha site ou o site era muito ruim. Nesses casos, por melhor que fosse a recomendação, Amanda preferia deixar para lá e tentar outro fornecedor. Simplesmente não dava tempo para fazer negócio com quem não estava presente na internet.

Coisas de cidade grande

Em muitas cidades brasileiras, especialmente nas maiores, locomover-se tornou-se proibitivo. No Rio, por exemplo, ter que ir “ali” fazer uma visitinha a um fornecedor é inviável, a menos que a negociação já esteja avançada e a visita sirva apenas para confirmar pessoalmente todos os detalhes.

O transito pavoroso já não permite o luxo de uma visitinha para conhecer um fornecedor, sem ter tido nenhum tipo de contato prévio com seu trabalho através da internet. Ainda que permitisse, há um problema ainda mais básico: quem pode comprar normalmente está trabalhando e passa muito tempo no trabalho. Razão adicional para resolver o máximo de questões diretamente na internet.

Internet no Brasil

A internet comercial no Brasil começou em 1995, portanto, há 18 anos. Já a internet banda larga começou por volta de 2000. Já são 13 anos avançando em banda larga. Hoje o Brasil tem quase 100 milhões de usuários de internet. Metade da população brasileira acessa a internet. 

Só para dar uma ideia do tamanho desse contingente, apenas 11 países no mundo têm mais de 100 milhões de habitantes, sendo o Brasil um deles. Enquanto o Brasil tem quase 100 milhões de pessoas acessando a internet, os outros quase 200 países nem sequer têm esse número de pessoas na população inteira. 

E se isso não bastasse, o Brasil é recordista no número de horas que a popupalção passa na internet. Todos os anos estamos entre os países que lideram no uso da internet. A internet é uma paixão nacional. Quem já usa, quer usar ainda mais e quem não usa está doido para começar. Esse número vem crescendo a passos largos e vai continuar sendo assim. Até porque, o brasileiro adora se comunicar e a internet é perfeita para isso.

Mudança de comportamento

Entre o público de melhor poder aquisitivo no Brasil, a internet é parte do cotidiano há pelo menos uma década, podendo em muitos casos chegar a quinze anos ou mais. Já é um bom tempo. Então, quem estiver casando atualmente e tiver um bom poder aquisitivo, na faixa dos 20 a 30 anos, vem usando a internet direto em toda a sua vida adulta e possivelmente a maior parte da adolescência, ou toda ela. A internet é extremamente natural para esse público e é onde tudo começa.

Essa turma adquire produtos e serviços através de um processo bem definido: pesquisa bastante na internet, verifica as opiniões dos amigos e de outros internautas, faz alguns contatos e toma a decisão de qual lugar oferece a melhor opção. Daí, ou fecha o negócio diretamente pela internet, ou faz uma eventual visita. Mas, note que antes de optar por uma visita, as pessoas vão filtrar na internet, tanto quanto possível.

Isso significa que cada vez mais o processo de compra se inicia na internet e é decidido lá. O mundo físico é envolvido apenas na hora de fechar o negócio, pegar o produto, usufruir do serviço e olhe lá.

Riscos e oportunidades

A internet está mudando radicalmente a forma de comprar e vender no mundo inteiro. Para quem tem um negócio, isso representa alguns riscos e imensas oportunidades.

O maior perigo é justamente ignorar essas mudanças. É cada vez menos viável ter um negócio sem presença na internet. Por melhor que esse negócio tenha sido no passado, ele vai perder espaço se não estiver adequadamente representado na internet. Porque quase todas as decisões de compra e contratação de serviços serão feitas na internet.

Por outro lado, a oportunidade é gigantesca. Quem estiver disposto a aprender mais sobre como usar a internet nos negócios poderá lucrar muito com ela. E quanto mais cedo começar a fazer o dever de casa, melhor.

A primeira grande vantagem da internet é a possibilidade de ampliar o público. Peguemos o exemplo de uma loja de bairro. Tipicamente só as pessoas do bairro irão frequentá-la. O público é limitado pelo número de pessoas que circulam na área em que o comércio se encontra.

Na internet, o potencial de público é muito maior. A distância entre o internauta e qualquer site na internet é exatamente a mesma para todos os sites. Tudo o que a pessoa precisa fazer é colocar o endereço do site no navegador e a página vai aparecer. Portanto, uma loja pode, em teoria, vender para qualquer uma das bilhões de pessoas que usam a internet diariamente.

Claro que na prática esse número tende a ser menor, seja por diferenças de idioma, seja porque apenas um certo número de pessoas conhece seu site na internet. Porém, ainda assim, pode ser bem maior que a sua base atual de clientes.

Por exemplo, uma pessoa que produz convite de casamento no Rio pode aumentar sua clientela oferecendo serviços para todo o Brasil. Basta que tenha uma boa presença na internet e anuncie para todo o país. Pode até vender para o exterior também, se assim desejar. Tudo depende de como for sua presença na internet.

Uma oportunidade adicional se apresenta no Brasil. Como muitos negócios ainda não se adaptaram e não têm uma boa presença na internet, quem chega primeiro, ou faz um trabalho bem feito, leva vantagem. Essa é a boa notícia. Se você está de fora, tudo bem, ainda está em tempo de corrigir isso e obter uma boa vantagem competitiva.

Baixo investimento

Outro aspecto crucial na internet é o valor do investimento. É possível expor produtos e serviços, através de um site profissional, com investimento baixíssimo. De fato, o equivalente ao valor de um cafezinho por dia já basta.

O investimento em publicidade também pode ser muito baixo. Dependendo de como um site é feito e de quão relevante for seu conteúdo, o próprio Google poderá lhe encaminhar inúmeros potenciais clientes diariamente, de graça. Mas, mesmo se esse não for o caso, soluções de publicidade como o Google AdWords e os anúncios do Facebook, entre outras, podem ser usadas de modo a caber dentro de qualquer orçamento. E o que é melhor: pode-se aprender sobre tudo isso de graça. Basta investir algum tempo em ler as instruções desses serviços. 

Independente das soluções de publicidade, investir em um site profissional pote trazer um retorno extremamente elevado, porque como explicado em um artigo anterior, todo negócio precisa contar uma história. Essa história tem que estar em algum lugar que seja fácil de acessar. E nenhum lugar é mais fácil de acessar que um bom site na internet.

Por exemplo, suponha o caso da Rita, que faz bolo de casamento. Quando Amanda procurava por fornecedores de bolo de casamento, várias amigas sugeriram contratar a Rita que, felizmente, tem um site profissional. Amanda entrou no site, leu todas as explicações, viu as fotos de todos os bolos, compreendeu como funcionava o serviço e entrou em contato com Rita. Portanto, o site da Rita deu suporte às recomendações que recebeu. 

Por outro lado, veja o caso do Tony. Ele é um ótimo maquiador que foi recomendado por várias amigas de Amanda. Porém, não tem site. Conclusão? Amanda não conseguiu conhecer seu trabalho, nem teve paciência de buscar mais, porque tinha várias outras recomendações igualmente boas, cujos trabalhos eram fáceis de consultar na internet.

Nesse caso, ainda que Tony fosse o melhor maquiador do mundo, teria perdido a oportunidade pelo simples fato de não ter uma plataforma, um site, onde expor seu trabalho. Claro que nesse exemplo, Tony jamais poderia ser o melhor dos maquiadores, porque não fez o dever de casa. Se tivesse feito, já teria um site profissional para sustentar e contar sua história.

Conclusão

Todo mundo que tem algum tipo de negócio precisa estar na internet e, de preferência, muito bem apresentado. Porque as decisões de compra estão sendo feitas através da internet o tempo todo. 

Nem sempre as pessoas efetivam uma compra pela internet. Mas, elas quase sempre pesquisam primeiro na internet e é lá que as decisões são tomadas. Uma vez decidido, ou a compra é feita diretamente na internet, ou faz-se uma visita apenas para fechar o negócio, pegar o produto ou usar o serviço.

O número de pessoas usando a internet no Brasil está próximo dos 100 milhões. É um público gigantesco, o quinto maior contingente de internautas no mundo e o que passa mais tempo conectado. A internet é uma paixão nacional e crescerá ainda mais.

Quem ainda não está usando a internet para expor seus negócios ou faz isso de forma precária está correndo risco e desperdiçando uma enorme oportunidade. Especialmente porque o investimento para ter um site profissional é baixo e o potencial de retorno é alto.

Felizmente, é possível aprender sobre como usar a internet para melhorar seus negócios. Há uma imensa variedade de textos, vídeos e todo tipo de material disponível gratuitamente por todos os lados da internet. Basta ter interesse, um poquinho de dedicação e vontade de ganhar mais.

Saiba mais nesse vídeo sobre a importância de ter um site profissional.

Autor: Vinícius Teles.

Comments